ACESSIBILIDADE

Outros novos recursos de tecnologia assistiva foram adquiridos para promover acessibilidade nos campi

Diversa e plural, a comunidade universitária agrega pessoas com deficiência. Na imagem, de 2019, a estudante Milena Silva e a servidora Rosilene Coelho posam no ICC durante inauguração de obra de acessibilidade. Foto: Audrey Luiza/Secom UnB

 

No dia 25 de julho, a Diretoria de Acessibilidade do Decanato de Assuntos Comunitários (Daces/DAC) adquiriu novos recursos de tecnologia assistiva para promover mais acessibilidade à comunidade acadêmica na Universidade de Brasília. Entre os recursos, 30 cadeiras de rodas serão disponibilizadas para apoiar a locomoção, com autonomia e segurança, de pessoas com deficiência física ou mobilidade reduzida. Os gestores das unidades contempladas devem manifestar o interesse até 5 de agosto.

Também foram adquiridas lupas eletrônicas; linhas braille;scanner com voz; impressora braille; recursos de informática acessível para laboratórios, como leitores de tela e ampliação e contraste de cores; bengalas e soroban, que é um recurso educativo específico para aprendizagem de cálculos matemáticos por estudantes com deficiência visual. A iniciativa foi realizada com recursos próprios da Universidade.

O decano de Assuntos Comunitários, Ileno Izídio da Costa, afirma que a UnB tem se esforçado para minimizar as dificuldades que os estudantes com deficiências enfrentam no seu cotidiano na instituição. “Estamos construindo processos e ações que de fato respeitem os direitos desses estudantes de se formarem com a mesma qualidade que os demais. Não pouparemos esforços para essa atuação constante, como é o caso agora das cadeiras de rodas e dos recursos que temos primado por adquirir.

 

Alguns desses recursos só existem na UnB, o que faz com que nos tornemos mais confiantes de que a plenitude da inclusão dos estudantes com deficiência seja uma meta incessante”, disse.

 

ACESSIBILIDADE – As primeiras discussões sobre as condições de ingresso e permanência de estudantes com deficiência na UnB ocorreram na década de 1980, quando foram instituídas as comissões pioneiras sobre o tema. Em 2019, a Resolução do Conselho de Administração (CAD) 050/2019 aprovou a Política de Acessibilidade da Universidade de Brasília.

A Diretoria de Acessibilidade (Daces) da UnB estabelece políticas constantes de atenção às pessoas com deficiência e/ou necessidades educacionais específicas. Ela também atua de forma a assegurar a plena inclusão desses estudantes na vida universitária. O objetivo é garantir condições para o desenvolvimento acadêmico dos alunos por meio da consolidação de uma rede de apoio na Universidade e da segurança de uma prática cidadã.

 

Leia também:

>> Simpósio aponta futuro promissor para estudos de cirurgia robótica na UnB

>> Inscrições abertas para a Semana Universitária de 2022; confira programação

>> Gratuitos e abertos para todos: saiba como participar de cursos e eventos de extensão da UnB

>> Dia da Família na Ciência fecha a 74ª Reunião Anual da SBPC

>> Atrações da SBPC Cultural encantam público com muita arte e entretenimento

>> Ciência, informação e tecnologia marcam quarto dia da 74ª Reunião Anual

>> SBPC Afro e Indígena traz à mesa temas sensíveis e necessários

>> Fiocruz promove sessão especial em homenagem à UnB

>> Penúltimo da programação científica da 74ª RA terá debates sobre educação, saúde e meio ambiente

>> Protocolos auxiliam na notificação de casos de covid-19

>> Guias ajudam a garantir a segurança da comunidade no retorno presencial

>> UnB cria fundo para doações de combate à covid-19

 

ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.