PLANEJAMENTO

Formação é voltada a docentes da rede pública e incentiva a promoção de práticas educativas de qualidade

Semana Pedagógica ocorre de 6 a 10 de fevereiro, com participação da UnB e com transmissão on-line pelo canal da Eape no YouTube. Foto: Álvaro Henrique/Ascom SEEDF

 

Para preparar as escolas para o retorno das aulas da rede pública de ensino do Distrito Federal, a Secretaria de Estado de Educação do DF (SEEDF), por meio da Subsecretaria de Formação Continuada dos Profissionais da Educação (Eape), realizará, entre os dias 6 e 10 de fevereiro, a Semana Pedagógica 2023. Esta edição da iniciativa, promovida anualmente pela SEEDF, contará com a participação da Universidade de Brasília (UnB) por meio do UnB + Escola, projeto da Diretoria de Planejamento e Acompanhamento das Licenciaturas do Decanato de Ensino de Graduação (Dapli/DEG).

 

“Esse projeto tem desenvolvido, nos últimos anos, diversas iniciativas para aproximar cada vez mais as licenciaturas da educação básica, sempre em diálogo com a Secretaria de Educação”, explica a diretora da Dapli, Eloísa Pilati. Ela destaca ainda que essa colaboração é fundamental tanto para fortalecer uma formação inicial de qualidade quanto para garantir o aperfeiçoamento continuado dos professores. “Temos convicção plena de que esse é o caminho para uma educação de qualidade e emancipadora. Nessa caminhada, temos sido sempre muito bem acolhidos pela equipe da SEEDF”, comenta.

 

A formação contará com extensa programação, que inclui desde palestras ministradas por profissionais da educação de todo o país até capacitação dos professores das escolas públicas com minicursos e oficinas. A UnB ofertará 19 oficinas, ministradas por docentes e técnicos da Universidade.

 

“A intenção é também trazer luz para a prática e a teoria por meio de formadores da Eape, das subsecretarias da Secretaria de Educação, e dos nossos parceiros, como a UnB, o Instituto BRB e o Sebrae”, conta Maria das Graças de Paula, subsecretária da Eape.

Registro da reunião entre os representantes Secretaria de Educação e instituições parceiras para planejamento da Semana Pedagógica. Foto: Álvaro Henrique/Ascom SEEDF


Outro objetivo é apresentar o projeto pedagógico deste ano aos professores da rede básica de ensino e oferecer a oportunidade de discutir o planejamento estratégico e pedagógico das ações a serem desenvolvidas. Para os interessados em participar, as oficinas e palestras serão realizadas presencialmente nas unidades escolares e on-line, com transmissão pelo canal da Subsecretaria no YouTube e pelas redes sociais da SEEDF. As inscrições serão realizadas pela plataforma Moodle da Eape. 


PRÁTICAS TRANSFORMADORAS 
– Na palestra de abertura, a Universidade será representada pela professora Renata Muniz, do Instituto de Psicologia (IP), que discutirá o desenvolvimento do potencial humano, temática para a qual se dedica em suas pesquisas. “Diversos estudos revelam que o impacto de variáveis psicossociais, bem como a capacidade de autogestão das emoções, são fatores significativos na formação de estudantes ao longo de sua vida e trajetória escolar. Essa compreensão é relevante para a transformação dos processos educativos e melhoria da qualidade da educação”, explica.

 

Ela pretende estimular a reflexão sobre os desafios dos gestores para assegurar a implementação dessa demanda nas ações cotidianas dos atores educacionais e para promover uma cultura de acolhimento e desenvolvimento de habilidades socioemocionais.
 

“Sabemos da importância da educação para o desenvolvimento do país e vejo que a parceria entre a UnB e SEEDF só tem a contribuir para a promoção de melhores práticas educacionais, fundamentadas em evidências científicas” complementa. Renata pontua que a integração da ciência com a realidade da escola é benéfica tanto para a formação de futuros docentes como para a atualização e motivação dos que já atuam nas escolas.

 

A Secretaria de Comunicação (Secom) da UnB, em parceria com o Centro Educacional (CED) 104 do Recanto das Emas, também está com atividade na programação. Em uma oficina, será apresentada a revista Darcy, publicação de jornalismo científico e cultural editada pela Secom, e compartilhada a experiência de uso, desde 2019, como material pedagógico junto a estudantes de ensino médio do CED 104. A revista divulga conteúdo científico a partir de reportagens sobre pesquisas desenvolvidas na Universidade de Brasília. No ano passado, a edição 21daDarcy foi incluída na lista de obras de referência da etapa 1 do Programa de Avaliação Seriada (PAS) da UnB.

 

"O potencial de uso da revista Darcy na educação básica é incrível porque a publicação divulga em linguagem simples o conhecimento produzido pela UnB e, por isso, pode ser adotada como material paradidático nas aulas de Português, História, Matemática ou qualquer outra disciplina. Acreditamos que essa experiência pode inspirar professores de mais escolas públicas do DF e contribuir para a qualidade do ensino em nossa cidade", explica Vanessa Vieira, jornalista da Secom e editora-chefe da revista.

 

Leia também:

>> Curso de Letras Japonês da UnB completa 25 anos

>> Foi escolhida(o)? Responda a Consulta à Comunidade Acadêmica!

>> Sadi Dal Rosso torna-se Professor Emérito da UnB

>> UnB recebe deputadas indígenas em evento de celebração à política do cocar

>> Docentes da Faculdade de Direito integram Comissão de Anistia

>> UnB celebra visibilidade trans

>> Nova gestão do ICH toma posse para quadriênio 2023-2026

>> Após 50 anos, Departamento de Geografia recebe reforma no subsolo do ICC

>> Administração Superior conversa com servidores da Biblioteca Central

>> UnB e Agence Universitaire de Francophonie estudam parceria

>> Programas de assistência estudantil da UnB estão com inscrições abertas

>> Ana Flávia Magalhães Pinto é a nova diretora-geral do Arquivo Nacional

>> Estudantes da UnB e de instituição da Dinamarca buscam soluções sustentáveis para Brasília

>> UnB sedia INCT com foco em mulheres pesquisadoras

>> Reitora ouve demandas do Instituto de Ciências Exatas

ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.